Bordado livre, um caso de amor!

 

Olá!

O tema de hoje eu adoro e sempre esteve presente em minha vida: o bordado! Ah, como eu amo essa técnica! Lembro-me de quando eu era criança e minha avó bordava ponto cruz nas toalhas de mesa, panos de prato, toalhas de banho e o que mais quisesse ela bordava! Sempre que havia um casamento ou alguma comemoração especial ela tratava de arrumar algo para bordar e presentear. Quando a festa era na casa da vovó ela logo tirava a toalha com melancias bordadas para colocar na mesa. Eu adorava tanto essa toalha que ela ficou pra mim depois que minha avó faleceu. O avesso dos bordados dela era perfeito! Às vezes você ficava até na dúvida qual era o lado certo!

             

Minha tia e primas me ensinaram a fazer o ponto cruz, mas ele nunca foi meu ponto preferido do bordado. Minha paixão mesmo é o bordado livre. Desde pequena eu inventada de bordar ou costurar algo, ainda mais se envolvesse roupas da Barbie. Eu via minhas avós costurando na máquina e morria de vontade de aprender e costurar também. Como na época não rolou, eu inventava os pontos e costurava a mão mesmo. Acho que esse foi um dos motivos para amar o bordado livre. Ele te dá mil formas e opções de bordados que deixa qualquer desenho no tecido lindo!

Anos mais tarde, quando eu estava na casa dos 20 e pouquinhos anos, fiz um curso de bordado livre e desde então a paixão só vem crescendo. No estúdio desenvolvo os bordados de acordo com o desejo do cliente. Normalmente utilizando bastidor e almofadas para quarto de bebê. Essa não tem sido regra! Tenho alguns projetos bem especiais que foram parar na decoração da casa.

                                                            

Acredito que o bordado carrega um pouquinho do coração de quem fez. Ele parece fácil, mas na verdade é bem trabalhoso. Seu desenvolvimento envolve a criação do desenho, a escolha do tecido, das cores das linhas e até mesmo em qual ponto ou pontos irá utilizar. É preciso dedicação, paciência e, principalmente, amor! Além de tudo isso, ele é capaz de deixar sua decoração com história, aconchego e afeto! Elementos essenciais para um lar feliz!

   

Em Brasília conheço algumas pessoas bem especiais que ensinam essa preciosidade que é o bordado livre! Entre elas estão a Anna Noceti, da Objetoteca, que fez uma parceria com sua grande amiga Camilla, do Armarinho Karretel, para dar cursos e promover eventos que envolvam amantes dos trabalhos manuais de qualquer “espécie”! Além delas, também sei da fofa da Rachel Potira que tem encontros e eventos maravilhosos com a temática em sua loja! E pra quem não conhece nenhum lugar na sua cidade ou não tem como ir a esses encontros presenciais, o Oliver Thi pensou nisso e criou o curso de bordado online! Demais, né?!

Com certeza existem mais milhões de pessoas maravilhosas que se dedicam a ensinar essa técnica mundo afora! Espero que gostem, se inspirem e aproveitem para mergulhar fundo nessa fofura chamada Bordado livre!

Comments

comments